segunda-feira, novembro 28, 2011

Mundial 2014: calendário do grupo de Portugal


Portugal começa e acaba ante o Luxemburgo, veja todos os jogos do Grupo F


Foi conhecido, esta sexta-feira, o calendário do grupo F de qualificação para o Mundial 2014, a realizar no Brasil. No Luxemburgo, os selecionadores nacionais do grupo de Portugal.

1.ª jornada, 07 de Setembro 2012:

Luxemburgo - PORTUGAL

Azerbaijão - Israel

Rússia - Irlanda do Norte

2.ª jornada, 11 de Setembro 2012:

PORTUGAL - Azerbaijão

Irlanda do Norte - Luxemburgo

Israel - Rússia

3.ª jornada, 12 de Outubro 2012:

Rússia - PORTUGAL

Luxemburgo - Israel

4.ª jornada, 16 de Outubro 2012:

PORTUGAL - Irlanda do Norte

Rússia - Azerbaijão

Israel - Luxemburgo

5.ª jornada, 22 de Março 2013:

Israel - PORTUGAL

Luxemburgo - Azerbaijão

Irlanda do Norte - Rússia

6.ª jornada, 26 de Março 2013:

Azerbaijão - PORTUGAL

Irlanda do Norte - Israel

7.ª jornada, 07 de Junho 2013:

Azerbaijão - Luxemburgo

PORTUGAL - Rússia

8.ª jornada, 06 de Setembro 2013:

Israel - Azerbaijão

Rússia - Luxemburgo

Irlanda do Norte - PORTUGAL

9.ª jornada, 10 de Setembro 2013:

Rússia - Israel

Luxemburgo - Irlanda do Norte

10.ª jornada, 11 de Outubro 2013:

Azerbaijão - Irlanda do Norte

PORTUGAL - Israel

Luxemburgo - Rússia

11.ª jornada, 15 de Outubro 2013:

Azerbaijão - Rússia

Israel - Irlanda do Norte

PORTUGAL - Luxemburgo

Madalena salva honra em tempo extra



Nem em casa a máquina funciona, Madalena continua em queda livre


Em Jogo da 10ªjornada do campeonato da II Divisão Nacional, Zona Centro, a equipa do Madalena recebeu o Padroense e conseguiu nos últimos instantes agarrar, pelo menos, 1 ponto no seu reduto.

A equipa do Padroense deslocou-se à ilha do Pico com a lição bem estudada e desde o inicio da partida que utilizou o contra-ataque como arma para conseguir levar pontos do Estádio Municipal Bom Jesus. E foi com um contra-ataque que a equipa forasteira marcou o único golo da 1ªparte intermédio de Bruninho ao minuto 21m.

A equipa da casa, já bem mais organizada e ofensiva, entrou da melhor forma no segundo tempo com um golo aos 2m. Demba, na sequência de um pontapé de canto, aproveitou a confusão na área e bem perto da linha de golo empurrou a bola para o fundo das redes, um tento merecido pelos últimos minutos da primeira parte e porque ira relançar o jogo.

O Madalena ia tentando controlar a partida, e tentando encontrar caminhos para a baliza adversária, o que não conseguiu da melhor forma. E na tentativa de se colocar na frente do marcador os pupilos de João Pereira acabaram por sofrer o segundo golo mais uma vez de contra-ataque e novamente Bruninho aos 57m.

Sem arriscar a equipa do Padroense fazia bem o seu jogo e o Madalena ia caindo em desespero sempre sem avistar com perigo a baliza adversária. Ao minuto 93, João Frazão fez o que já ninguém acreditava e repôs a igualdade no marcador. De livre João Frazão fez o melhor que sabe fazer nestas situações garantindo para a sua equipa pelo menos um ponto em sua casa. A equipa do Madalena encontra-se neste momento no penúltimo lugar com mais um ponto que o ultimo, o Paredes.

Candelária no topo



Mais uma vitória caseira coloca equipa picarota entre os primeiros

Em jogo da 6ª Jornada do campeonato da I Divisão de Hóquei em Patins a equipa do Candelária recebeu no seu pavilhão o Valongo e venceu por 6x4 num jogo muito intenso e incerto até ao apito final.

Os picarotos, em crescente forma, não precisaram de ser exuberantes para vencer esta partida mostrando muita coesão e eficácia durante os 50m, mas tiveram que mostrar serviço, porque jogo não foi nada fácil, chegou a ser dominado pelo Valongo que veio ao Pico para surpreender e bem que assustou.

O Marcador ao intervalo apontava 2x1 com golos de Montivero logo aos 3m e de Edgar Pereira aos 12m, este ultimo na conversão de uma grande penalidade. O golo dos homens do norte foi marcado por Pedro Mendes a poucos segundos do fim e após muitas tentativas.

O Valongo, tal como nos minutos finais do primeiro tempo, entrou na segunda parte a dominar e a encostar o Candelária no seu meio campo colocando-se rapidamente na frente do marcador, primeiro por Hugo Azevedo aos 2m e Pedro Pinto aos 6m.

Os picarotos repuseram todas as suas energias nos minutos finais e de “rajada” carimbaram a vitória embalados pela inspiração de Montivero. O argentino marcou ao 13m, aos 16m e aos 16m30s. O sexto tento foi alcançado por Jorge Silva aos 19m.

Sem merecer uma derrota tão expressiva a equipa forasteira marcou o seu 4 golo intermédio do seu capitão Miguel Viterbo aos 22m.

Campeonato AFH - Faial / Pico.


5ª JORNADA

CATEGORIA / SENIORES


F.C. FLAMENGOS 3     GRU. DESP. SALÃO 1
GRU. DESP. CEDRENSE   4 CLUBE DES. LAJENSE   0
VITÓRIA FC. 3    GRU. DESP. FETEIRA   0



CLUBE J V E D GM GS P G.D. A

1 GRU. DESP. SALÃO 5 4 0 1 13 5 12 8 =

2 VITORIA F. CLUBE 5 3 1 1 10 6 10 4 =

3 FC. FLAMENGOS 5 3 1 1 7 4 10 3 =

4 GRU. DESP. CEDRENSE 5 2 1 2 8 7 7 1 =

5 GRU. DESP. FETEIRA 5 1 1 3 3 8 4 -5 =

6 CL. DESP. LAJENSE 5 0 0 5 3 14 0 -11 =


Futebol da AFH ficou mais pobre com o falecimento de Sérgio Azevedo


O futebol da Associação de Futebol da Horta sofreu uma baixa de peso com inesperado falecimento do jogador Sérgio Alexandre Bettencourt Azevedo, do Grupo Desportivo da Ribeirinha, vítima de um acidente de viação após um jogo.

Sérgio teve uma longa carreira desportiva. Participou em diversas selecções da AFH e jogou nos seguintes Clubes:

GDPiedade - 1990/91; 1995/96; 1996/97; 1997/98

CDLajense - 1991/92; 1992/93; 2000/01; 2002/03;2004/05; 2010/11

Prainha FC - 1993/94; 1994/95; 2006/07; 2007/08; 2008/09; 2009/10

FCMadalena - 1998/99; 1999/2000;

Vitória FC - 2001/02; 2003/04

UDCalhetense - 2005/06

GDRibeirinha - 2011/12

A Associação de Futebol da Horta autorizou a cerimónia de Minuto de Silêncio, em todos os jogos associativos nos dias 23, 25, 26 e 27 de Novembro, bem como o uso de braçadeira preta no braço esquerdo de todos os jogadores do G.D.Ribeirinha nos jogos que se realizarem nos dias 23, 25, 26 e 27 de Novembro.

O Faial Digital apresenta as suas condolências à família, aos amigos e aos Clubes onde deu o seu valioso contributo.

Rui Silveira na Australia para participar no Perth 2011 ISAF Sailing World Championships




O velejador do Clube Naval da Horta, Rui Silveira, já se encontra na Australia para participar no Perth 2011 ISAF Sailing World Championships, evento chave para a qualificação para os Jogos Olímpicos de Londres 2012.

Esta prova de vela internacional, que decorre no período de 3 a 18 de Dezembro, conta com a participação de 1200 velejadores, representantes de 80 paises que competirão nas classes:

M-RS:X W-RS:X Laser W-Laser Finn M-470 W-470 49er Star

Rui Silveira chegou a 22 de Novembro, iniciando no dia seguinte treinos de preparação, conforme a foto anexa.

A prova de Laser realizar-se-a de 12 a 18 de Dezembro.

CNH

Futebol de formação: Bipolarização “Encarnada e Amarela”


Analisando a frio os títulos no futebol de formação, escalões de Iniciados, Juvenis e Juniores, constatamos que Santa Clara e São Roque evidenciam um domínio considerável. Se não vejamos, desde a época 2007/08 até à presente época, apenas por uma vez o União Micaelense e no escalão de Juniores consegue o título de campeão, o Marítimo consegue um título de Juvenis na época 2008/09 e Operário conquista o título de Juvenis na época 2009/10.

Como tudo indica na presente época São Roque fica com o título de Juniores, enquanto Santa Clara arrecada os títulos de Iniciados e Juvenis, na época transacta já havíamos tido um (2-1), com os “Encarnados” a conquistar o título de campeão em Iniciados e Juniores, ficando os “Amarelos” com o título de Juvenis. A confirmarem-se os respetivos títulos para São Roque e Santa Clara na presente época, o que parece mais que evidente, temos que desde a época 2007/08, em 15 títulos nestes escalões, São Roque conquistou 7 títulos, Santa Clara 5 Títulos, União Micaelense 1 título, Marítimo 1 título e Operário igualmente apenas 1 título. Perante tamanhas evidências estamos em crer que “Encarnados e Amarelos” continuaram a exercer um forte domínio nestes escalões, ou seja chamando a si a bipolarização no futebol 11 de formação. Resta saber se a nível Regional na presente época os representantes da AFPD conseguem, rectificar os desaires da época passada, onde em Iniciados Santa Clara não conseguindo ir além de dois nulos com o Angrense possibilitou a conquista do título pelos “Vermelhos” de Angra. Já nos Juvenis São Roque realizou o pior regional da sua história acabando mesmo no último lugar do pódio.



Autor: Humberto Rosa

quarta-feira, novembro 23, 2011

A criação de exercícios por parte do treinador



Quantos de nós, treinadores, ao assumirmos uma equipa, depois de analisarmos a matéria prima que dispomos (leia-se jogadores e suas características) e como poderemos colocar a equipa a jogar, não somos quase que "obrigados" à criação e desenho dos nossos próprios exercícios, em consonância com aquilo que pretendemos para a nossa forma de jogar? Bem sei que há várias formas de abordar o treino, metodologias diferentes, o que é sempre bom e de louvar, pois leva-nos à discussão e ao debate, apesar de nunca podermos chegar a uma resposta conclusiva. Eu pessoalmente, acredito que devo treinar sobretudo a forma como a minha equipa quer e deve jogar, da forma que eu entendo e por isso, a forma como pratico os meus e exercícios, está dentro dessa medida, desde o aquecimento até ao fim, sempre em consonância com a forma como quero jogar. Obviamente, ao longo deste caminho, fui obrigado a usar a vertente mais criativa e se calhar a mais apelativa, na criação de novos exercícios, para certas e determinadas situações do treino. Acho esta, uma característica importante de um bom treinador. Estaria também a ser demasiado presunçoso e arrogante se dissesse que não tinha usado exercícios de outros treinadores. É mentira. Também o faço. Sobretudo se achar que o exercício é bom, pode trazer vantagens para o treino da minha equipa e está dentro da minha filosofia, porque não? Muitas vezes até acontece estar a ver um exercício, achá-lo super interessante, mas ficar só por aí, pois não acrescenta nada ao meu treino, assim como também existem casos em que adapto exercícios que já vi para aquilo que pretendo. Ser treinador é isto: é ser criativo, estar sempre um passo mais à frente, e sobretudo, saber que não sabe tudo. Todo o dia, é um dia novo de aprendizagem. O caminho deve ser esse.

Autor: Prof. José Carlos  Monteiro.

Campeonato de São Miguel: Visitantes saíram vencedores



Teve início no passado fim-de-semana a primeira jornada da 1.ª fase do campeonato de São Miguel de futebol, com a particularidade de todos os quatro jogos terem terminado com o triunfo das equipas que actuaram na condição de visitantes.

No encontro de maior cartaz, o Capelense, jogando no Estádio Municipal Jácome Correia, sua casa emprestada, não conseguiu um resultado positivo diante do Desportivo de Rabo de Peixe.

Entrou melhor a formação de Jaime Vieira, que alcançando um excelente triunfo fora, consegue bater um opositor com fortes pretensões neste campeonato, ocupando desde logo, a primeira posição na tabela, embora com o mesmo número de pontos (3) de Vale Formoso, Desportivo de São Roque e Santa Clara.

O Vale Formoso, finalista vencido da Taça de Honra, alcançou uma boa vitória fora de portas, conseguindo superar o União de Nordeste pela diferença mínima. Os golos que deram os três pontos ao emblema “axadrezado” foram obtidos por Zéquinha, de grande penalidade e Nuno Rabiça, já nos instantes finais da partida.

O Bota Fogo no seu recinto, não conseguiu subjugar o Desportivo de São Roque e com as dificuldades esperadas, os “canarinhos” de Ponta Delgada conseguiram uma vitória tangencial, diante de um adversário que em casa não costuma facilitar.

No único confronto disputado no domingo, o Santa Clara moralizado com a recente conquista da Taça de Honra, obteve uma difícil vitória na Povoação, com o Mira Mar a vender cara a derrota. Um tento solitário do veterano Basílio chegou para o clube encarnado de Ponta Delgada transportar na bagagem os três preciosos pontos.

Resultados da ronda inaugural:

Capelense, 0 – Desportivo de Rabo de Peixe, 2

Bota Fogo, 1 – Desportivo de São Roque, 2

União de Nordeste, 1 – Vale Formos, 2

M. Mar, 0 – Santa Clara, 1

A 2.ª jornada, marcada para o próximo fim-de-semana, comporta a realização dos seguintes desafios:

D. S. Roque – Capelense

Santa Clara – União Nordeste

D. R. Peixe – Mira Mar

Vale Formoso – Bota Fogo



terça-feira, novembro 22, 2011

FIM DE SEMANA PRODUTIVO PARA O RIBEIRENSE

Este fim de semana estiram em jogo as equipes seniores Feminina e Masculina da 1ª. e 2ª. Divisão Nacional de Voleibol:
A primeira a entrar em campo no Pavilhão das Lajes do Pico pelas 17h00 foi a equipe Masculina liderada por Tony Goulart frente a o Velho rival ADREP da Ilha Terceira vencendo por 3 - 1, com os parciais de (25-23) - (25-15) - (23-25) e (25-18), no segundo Jogo pelas 20h00 entraram as equipes femininas do Ribeirense e Leixões Sport Clube que estavam empatadas em pontos 16 cada embora a equipe do Leixões estivesse com mais um Jogo que o Ribeirense, tendo as meninas do Ribeirense vencido o Jogop com um esclarecedor 3 - 0 com os parciais de (25-16) - (25-18 e (25-13), não dando qualquer oportunidade à equipe Leixonense: no Domingo pelas 11h00 novamente Ribeirense em Seniores Masculinos com a equipe da ADREP, com o resultado final 3 - 2 e os parciais de (25-14) (25-16) - (24-26) - (20-25) e (15-10), com este resultado a equipe Masculina do Ribeirense perdeu o primeiro lugar, passado o Clube K para o primeiro com 18 pontos mais 1 que o Ribeirense.

Em femininos com a jornada Dupla na Madeira e a derrota do Gueifães em casa do Castelo da Maia Ginásio Clube por 3 - 1 a equipe da Sport Madeira assume o Comando do Campeonato com 20 pontos e mais um Jogo em 2º. Ribeirense com 19 pontos em terceiros Gueifães e Leixões com 16 pontos este último com mais 1 jogo.

Campeonato ao rubro pois no próximo sábado no Pavilhão das Lajes do Pico vamos ter o Ribeirense e a Sport Madeira em que o Ribeirense se vencer o Jogo passará ao primeiro lugar com menos um jogo.



Equipa picarota massacra espanhois



Candelária em primeiro lugar
A equipa do Candelária recebeu, na noite de sábado, o C.E.Noia (Espanha) no arranque da Liga Europeia 2011/2012.

Apesar do grupo da equipa picarota ser forte os pupilos de Carlos Dantas entraram com o pé direito nesta liga dos melhores da Europa, vencendo os espanhóis por 2x0.

Desde o stick inicial que a equipa da casa mostrou-se superior e ao fim dos primeiros 25m vencia por 1x0, resultado curto para o que a equipa picarota demonstrou em campo. O golo foi marcado ao minuto 18 intermédio de Jorge Silva que com um bom remate de médio alcance fuzilou a baliza do guardião adversário.

No segundo tempo tivemos novamente só Candelária, um massacre à baliza Espanhola que teve um verdadeiro herói Xevi Puigbí, guarda-redes que fez de tudo para não sofrer mais nenhum tento o que acabou por acontecer intermédio de Montivero aos 15m.

Vitória cheia de mérito do Candelária que com esta vitória coloca-se na no primeiro lugar do grupo dito de “morte” composto pelo NOIA, pelo Barcelona e pelo Viareggio, estas últimas empataram a 3 nesta jornada.



Teledesporto de 19 Novembro 2011.

Último teste de Vítor Pereira na Ucrânia


O jogo de amanhã (19h45) diante do Shakhtar, em Donetsk, para a penúltima jornada do Grupo G da Liga dos Campeões, assume uma transcendência especial para Vítor Pereira, já que poderá ser o seu último no comando técnico do FC Porto.

O treinador está obrigado a vencer para alimentar a esperança de continuar nas competições europeias, mas a vitória poderá não chegar para convencer os adeptos e, sobretudo, os jogadores portistas, que já não acreditam nos métodos do seu treinador.

Como o CM já noticiou, os jogadores do FC Porto há muito que desejam ser treinados por Pedro Emanuel, e os ecos desse desejo chegaram aos gabinetes da SAD e a Pinto da Costa. O líder portista tem resistido à contestação dos adeptos e ainda não confrontou Vítor Pereira com o cenário da saída, mas deverá fazê--lo após o desafio com o Shakh-tar, independentemente do desfecho do jogo.

O ‘divórcio’ previsível entre o FC Porto e Vítor Pereira será sobretudo uma consequência do clima de guerrilha com que se debate o treinador no balneário portista e que poderá ameaçar os objectivos dos dragões para o resto da temporada. Aliás, o jornal ‘Expresso’ deu ontem conta da falta de confiança existente no plantel em relação às capacidades de Vítor Pereira, tendo catalogado o médio João Moutinho como "líder dos rebeldes".

O internacional português, que assumiu estar em má forma nas últimos partidas do FC Porto, ao contrário do que se passa nos duelos da Selecção, foi descrito pela publicação como parte integrante de um grupo de "contestatários" que inclui "Rolando, Fernando, Guarín e Álvaro Pereira", "o quarteto que quis sair" no final da época passada, assim que André Villas-Boas rumou ao Chelsea.

O semanário frisou ainda que os jogadores "não reconhecem autoridade suficiente de líder a Vítor Pereira" e que o mesmo acontece ao nível da administração da SAD portista, com vários dirigentes a pedirem a saída do treinador e a tentarem quebrar a resistência de Pinto da Costa a uma ‘chicotada psicológica’ imediata no comando da equipa azul-e-branca.

ESCOLTA POLICIAL APERTADA

A comitiva portista, liderada por Pinto da Costa e sob forte escolta policial, chegou em silêncio ao aeroporto Sá Carneiro, no Porto, para apanhar o avião com destino a Donetsk, na Ucrânia. Apesar de não terem adeptos à espera, os dragões atraíram atenções pelo forte dispositivo policial que os acompanhou até à porta de embarque.

Depois da noite agitada do passado sábado, após a eliminação da Taça de Portugal frente à Académica (3-0), os portistas passaram a ser acompanhados em permanência pela polícia e vários elementos da segurança privada do clube.

No final do jogo de Coimbra, os adeptos insultaram os jogadores e arremessaram tochas.

P.S. O Victor Pereira não sua passagem pelo Santa Clara, deixou um trabalho competente e de muita qualidade. Recordo-me das acções de formação que tivemos com ele, os treinos que assisti e a sua forma de liderar.
 Agora, nesta fase complicada do FCPorto, estão a  imputar-lhe culpas pelos insucessos da equipa. Claro, que tem a sua percentagem! E os jogadores que ganharam tudo o ano passado e este ano ninguém os reconhece....mas o elo mais fraco é que paga as favas e, neste caso, é o treinador.
O que faltou ao Victor Pereira? Na minha opinião algum carisma e alguma comunicação. Sabe montar bem as suas equipas, mas na leitura do jogo e quando é para alterar...falha algo.
Mas é um treinador trabalhador, serio e muito honesto.
Por lhe reconhecer a sua grande qualidade tecnica e humana, desejo-lhe os melhores sucessos!!




Medina

segunda-feira, novembro 21, 2011

Sérgio "Solha"


Recebi logo pela manha a triste noticia do falecimento do Sérgio "Solha", devido a um acidente de viação, quando vinha de um jogo de futsal da Candelária.
Não era da minha geração, mas recordo-me de ter ido jogar um jogo de futebol salão à ribeirinha, como também o vi jogar algumas vezes pelo Lajense.
Pouco falámos das vezes que ia ao Pico de férias, mas sempre achei um bom rapaz e um bom executante de futebol.
A toda a sua família, vai os meus sentidos pesamos e que nesta hora difícil, Deus os ajude a ultrapassar este momento doloroso.

Um grande abraço e até um dia Sérgio!

Medina

sexta-feira, novembro 18, 2011

Blatter: 'Não há racismo no futebol'


O presidente da Fifa, Joseph Blatter, rejeitou as seugestões de que o futebol é infestado pelo racismo.


A Federação Inglesa de futebol atualmente está investigando o zagueiro do Chelsea John Terry e o atacante do Liverpool Luis Suárez depois de ambos terem sido acusados de racismo contra Anton Ferdinad, do QPR, e Patrice Evra, do Manchester United, respectivamente.

Não percaBlatter nega ter feito acordo com Platini Presidente do Corinthians desdenha BlatterBlatter critica greve dos jogadores na ItáliaBlatter defende Rio para a abertura de 2014Blatter demonstra confiança no BrasilBlatter diz ser confiável

Blatter acredita que o racismo não é recorrente no futebol e revelou que os casos devem ser solucionados dentro de campo.

"Eu negaria. Não há racismo, o que há é talvez é um desentendimento entre dois jogadores quando um deles usa um gesto ou uma palavra da maneira incorreta", ele disse à CNN World Sport.

"Mas também acho que, aquele que sofre o preconceito, deve entender que isso é um jogo. Estamos jogando, e no final devemos apertar as nossa mãos, e isso pode acontecer, já que trabalhamos muito contra o racismo e qualquer tipo de discriminação.

"Acredito que todo o mundo sabe dos esforços que fizemos contra o racismo e discriminação. E no campo de jogo as vezes você pode dizer alguma coisa que não é a mais correta, mas então, no fim do jogo, a partida acaba e você tem o próximo jogo, no qual você tem a chance de se comportar melhor."

P.S. Falando por experiência, aquilo que se passa dentro do jogo, devia ficar dentro das quatro linhas e não passar para fora. Acontece, no calor da luta e nas disputas de bola mais agressivas ou então para perturbar o adversário, algumas bocas e conversas menos apropriadas.
Passei por essas situações, mas resolvia-as dentro do campo!

Medina


Lajes do Pico - 18/11/2011

quarta-feira, novembro 16, 2011

CAMPEONATO DA AFH - FAIAL/PICO.


GD Salão bate Vitória e aumenta vantagem

No passado fim-de-semana jogou-se a quarta jornada do Campeonato da Associação de Futebol da Horta, em seniores masculinos. O jogo grande da semana opunha o Desportivo do Salão ao Vitória do Pico, primeiros classificados na competição. A jogar em casa, os salonenses mostraram mais uma vez o excelente momento da equipa, e venceram os picoenses com 2 golos sem resposta, isolando-se no comando do campeonato.

Nos outros jogos da jornada, o Flamengos foi ao Pico vencer o Lajense com um golo sem resposta, e colou-se ao Vitória na classificação. Nas Canadinhas, Feteira e Cedrense empataram sem golos.

Nas contas da tabela o Salão soma 12 pontos, seguido do Vitória e do Flamengos, ambos com 7. Cedrense e Feteira somam 4 pontos, enquanto que o Lajense é último, com 1 ponto.

No próximo fim-de-semana há pausa no campeonato.

Resultados da 4ª. jornada:

CD Lajense, 0 - Flamengos, 1

GD Salão, 2 - Vitória FC, 0

GD Feteira, 0 - Cedrense, 0

CLASSIFICAÇÃO:

L Equipas J V E D GM-S P

1º. GD Salão 4 4 0 0 12 - 2 12

2º. Vitória FC 4 2 1 1 7 - 6 7

3º. FC Flamengos 4 2 1 1 4 - 3 7

4º. GD Feteira 4 1 1 2 3 - 5 4

5º. GD Cedrense 4 1 1 2 4 - 7 4

6º. Desp. Lajense 4 0 0 4 3 -10 0


Próxima jornada (5ª) 27/11/11:

Cedrense - Desp. Lajense

Flamengos -GD Salão

Vitória FC - GD Feteira

P.S. Em relação ao Lajense. Não sendo os resultados mais positivos e desejados pelos seus responsáveis, julgo que estão no bom caminho, apostando na formação e em jovens com potencialidades.
O caminho a seguir é esse e concerteza que no futuro vão ter os seus dividendos.
Apostar na prata da casa, dando condições para evoluir e desenvolver as suas qualidades.
O futuro está na formação e temos que acreditar e, acima de tudo, dar confiança e ter paciência para o jovem jogador crescer sem atrofias.

Medina

Lajes do Pico - 16/11/2011


Bosingwa e Carvalho só como "espectadores" no Europeu.

Paulo Bento celebra apuramento em "momento difícil" do país.

Técnico da Bósnia admite que seleção portuguesa foi mais forte.

Jogadores lusos destacam "atitude" no caminho para o Europeu.

Gilberto Madaíl sai de consciência tranquila.

segunda-feira, novembro 14, 2011

Teledesporto de 13 Novembro 2011.

Manuel Vieira, o "rei" da batata-doce nos Estados Unidos, condecorado por Cavaco Silva.



À distância, Manuel Vieira, o "rei" da batata-doce e agora comendador, vê a situação portuguesa "com pena", mas também com críticas à terra que "adora", mas onde a "pontualidade não existe e a eficiência às vezes deixa a desejar".


Nasceu há 66 anos no Açores, saiu do Pico com 17, esteve primeiro no Rio de Janeiro e chegou aos Estados Unidos da América em 1972, onde ainda hoje vive e produz 50 mil toneladas de batata-doce por ano.

No domingo à noite, na cidade de San José, na Califórnia, Manuel Vieira foi distinguido pelo Presidente da República com a comenda da Ordem do Mérito.

Uma insígnia que junta ao sucesso que alcançou à frente da produção de batata-doce, um caminho que reconhece ter sido exigente.

Notando que gosta muito da sua terra e não quer falar mal de Portugal, Manuel Vieira reconhece, contudo, que tem de ser "realista".

"Apenas estou a comentar o que eu vejo quando vou a Portugal", disse.

Apesar disso, aquele que é já o maior produtor mundial de batata-doce biológica, que representa 30 por cento de toda a sua produção, garante não estar desiludido com Portugal, apesar de ter pena que neste momento exista "uma troika a mandar" nos portugueses.

Apontando o dedo a quem não evitou a chegada dessa `troika`, Manuel Vieira atribuiu responsabilidades a quem falhou, aos "da economia, das finanças que foram convidados para exercer cargos de grande responsabilidade".

"Alguém falhou ou muita gente falhou. Não se admite que gente muito formada, gente bem informada, gente com formação universitária, não tenha visto antecipadamente o problema da crise", sustentou.

Apesar disso, o atual patrão de 900 trabalhadores, que classifica como "os melhores funcionários do mundo", não deixa de lado a possibilidade de continuar a investir em Portugal.

De lado, contudo, parece estar a possibilidade de estender os negócios da batata-doce a Portugal, um país onde "não há cultura da batata-doce".

Além de Manuel Vieira, o Presidente da República distinguiu ainda o médico Manuel Silva Bettencourt, a quem foi atribuída a comenda na Ordem do Infante D. Henrique, a vice-consul Manuela Silveira, que foi condecorada como oficial da Ordem do Infante D. Henrique, tal como Jack Cunha, embora este último a título póstumo.

P.S. Fugindo um pouco à temática do meu blogue, não podia de deixar de enaltecer o trabalho realizado pelo Sr. Comendador Manuel Vieira e dar lhe  os parabéns por esta ( mais uma ) condecoração da Republica Portuguesa. Interessante...uma pessoa deste quilate, que já fez e poderia fazer muito mais pela sua terra natal... mas por opiniões injustas....


Medina
Ponta Delgada

AF HORTA: Campeonato de seniores.





GRU. DESP. SALÃO 2    -     VITÓRIA FC. 0

GRU. DESP. FETEIRA 0   -    GRU. DESP. CEDRENSE 0

CLUBE DES. LAJENSE 0 -  F.C. FLAMENGOS 1


CLUBE J V E D GM GS P G.D. A

1 GRU. DESP. SALÃO 4 4 0 0 12 2 12 10 =

2 VITORIA F. CLUBE 4 2 1 1 7 6 7 1 =

3 FC. FLAMENGOS 4 2 1 1 4 3 7 1 =

4 GRU. DESP. FETEIRA 4 2 1 2 3 5 4 -2 =

5 GRU. DESP. CEDRENSE 4 1 1 2 4 7 4 -3 =

6 CL. DESP. LAJENSE 4 0 0 4 3 10 0 -7 =

Lajes do Pico - 14/11/2011


sexta-feira, novembro 11, 2011

Jornal Marca escolhe o 11 de todos os tempos

O jornal espanhol Marca escolheu o onze de sempre segundo os seus jornalistas, tudo devido a data de hoje: 11/11/11.

Devido ao elevado teor ofensivo, o esquema táctico escolhido foi o 3x5x2. Os escolhidos foram Iribar; Cafú, Beckenbaur e Maldini; Cruyff, Xavi, Zidane e Maradona; Messi, Di Stefano e Pelé.

No banco de suplentes temos dois portugueses: Eusébio e Ronaldo, que sentam-se ao lado de Casillas, Roberto Carlos, Platini, Garrincha e Gento.

P.S. Colocar o Eusebio e o Cristiano no banco...são coisas de Espanhois!!!

Medina



Lajes do Pico - 11/11/2011


Velejador do CNH, Rui Silveira continua a sua preparação para o mundial de laser - Tenerife.



O Velejador do Clube Naval da Horta, Rui Silveira, está em Tenerife a realizar um estágio, naquela que é mais uma etapa da preparação para a sua participação no Campeonato Mundial de Classe Olímpicas de 2011, que se realizará na Austrália em Dezembro, e que irá apurar 75% das vagas definidas para cada classe para participar nos Jogos Olímpicos de Londres 2012.



Neste estágio que junta a elite da vela mundial da Classe Laser, e que decorre até ao próximo dia 15 de Novembro, estão a participar para além do português Rui Silveira mais 10 velejadores, nos quais se encontram o velejador inglês Paul Goodison actual campeão olímpico em título, as equipas olímpicas de Espanha, Dinamarca e Croácia, bem como atletas oriundos da Alemanha, Hungria, Uruguai e Guadalupe.

A escolha deste local para a realização deste estágio prendeu-se com o facto de em Tenerife os atletas encontrarem condições de regata semelhantes às que irão encontrar na Austrália aquando da realização do Campeonato Mundial. Com ventos médios na ordem dos 22 nos, o que faz com que os treinos se revistam de alguma dureza para o físico dos atletas, este estágio para além de estar a servir para testar a táctica a adoptar nos campos de regata, serve também para testar exaustivamente alguns aspectos na embarcação no que concerne ao posicionamento e à forma de navegar nalgumas mareações.

quinta-feira, novembro 10, 2011

Aston Villa chama a tropa para pôr jogadores na ordem.



Um método alternativo, que deixou algumas sequelas, mas correu bem

O treinador do Aston Villa chamou a tropa para pôr os jogadores a trabalhar no duro. A equipa teve uma sessão de treino militar à moda antiga.

Depois de um mau arranque de época, o Aston Villa foi recuperando e é agora oitavo na Premier League, mas o treinador não está satisfeito.

O instrutor do exércico Lee Swann foi chamado ao centro de treinos do clube, Bodymoor Heath, e montou um circuito com obstáculos e muitos exercícios a puxar pelo físico, igual aos dos treinos do exército.

«Ficámos com algumas dores, mas divertimo-nos. Foi bom trabalhar com o exército e ver o grande trabalho que fazem», disse no final o extremo Marc Albrighton.

P.S. Se pega de moda...

Medina



Diego Ventura foi distinguido com o prémio de "melhor rejoneador" da Feira de Huelva



Diego Ventura foi distinguido com o prémio de "melhor rejoneador" da Feira de Huelva, Espanha, pela sua brilhante actuação naquela praça na tarde de 7 de Agosto (foto), saindo em ombros.


Os prémios, atribuídos pelo júri designado pela delegação do Governo da Junta de Andaluzia, distinguiram ainda os matadores Oliva Soto (melhor matador), "El Juli" (melhor faena de muleta e melhor estocada), José Tomás (melhor toureio de capote), os bandarilheiros José Manuel Fernández "Alcalareño" (melhor bandarilheiro), José Maria Soler (melhor brega), Manolo Contreras (melhor par de bandarilhas) e Isaac Galvin (melhor quite providencial). "Milagros de Perú" ganhou o prémio como novilheira com picadores e David de Miranda foi distinguido como melhor novilheiro sem picadores.

A melhor ganadaria foi a de Gerardo Ortega e o melhor toiro foi o "Tachonero" de Hijos de Celestino Cuadri. Juan António Carbonell foi eleito "melhor picador" em Huelva. Ficou deserto o troféu oara a melhor novilhada.

O júri, constituído por veterinários, delegados governativos e jornalistas, atribuiu ainda menções especiais à Guarda Civil, pelo labor e serviços prestados durante todos os festejos taurinos da temporada na praça de Huelva e ao matador de toiros local Emílio Silvera pelos seus 25 anos de alternativa.

Os troféus serão entregues no próximo mês de Fevereiro no Dia da Andaluzia.


P.S. Tive a felicidade de ver este cavaleiro actuar em Beja em 2010. Realmente, é fantástico, dando à festa taurina outra dimensão artística e outra forma de tourear a cavalo.

Medina



Neymar é o oitavo jogador mais bem pago do Mundo

O brasileiro Neymar, que renovou o contrato com o Santos até 2014 na quarta-feira, é agora o oitavo jogador mais bem pago do mundo.
Segundo a revista France Football, Messi lidera uma das listas mais desejadas do Mundo, à frente de Ronaldo. De referir que o Brasil tem outro jogador do Top 10 a jogar no país, Ronaldinho, que está no Flamengo.

Top 10

1. Messi - 31 milhões de euros

2. Cristiano Ronaldo - 27,5 milhões

3. Rooney - 20,7 milhões

4. Kaká - 19,3 milhões

5. David Beckham - 19 milhões

6. Ronaldinho - 18,3 milhões

7. Tevez - 15,4 milhões

8. Neymar - 14,9 milhões

9. Lampard - 14,2 milhões

10. Fernando Torres - 14 milhões



Fotos espectaculares da minha ilha!!


Clube Náutico das Lajes do Pico: Como vai ser a nova sede...










Espectacular!!!

MÉTODO DE TRABALHO APLICADO AOS TREINOS E JOGOS.

Um treinador de futebol juvenil, deve acima de tudo preocupar-se pelo estado social do atleta, quer isto dizer que a família e a escola têm prioridade sobre os treinos.

A nossa função é a de formarmos os homens de amanhã, através da prática do desporto. Todos nós sabemos que os jovens sonham sempre em serem grandes futebolistas, mas temos que os chamar á realidade e mostrar que os estudos é que são a aposta.

A formação profissional de cada um é muito importante não só para o atleta mas também para a sociedade em que vivemos.

Num treino desportivo de jovens atletas o treinador deve criar um grupo de regras obrigatórias e deve ser sempre o primeiro a cumprir as mesmas.

O Treinador deve ser:

- Bom ouvinte,

- Lógico, Credível e incisivo nas suas acções,

- Confiante,

- Amigo,

- Compreensivo e comedido,

- Deve estar a uma distância que permita que os jogadores sintam que podem falar e comunicar sem receios,
- Deve criar todas as condições para que o ambiente que rodeie a equipa seja o de uma 2ª família,

- Deve mostrar que a Instituição Clube está acima de qualquer jogador, treinador ou mesmo dirigente. Todas as acções que fazemos representam o clube e por isso temos que o dignificar,

- Deve criar condições para uma melhor interacção dos atletas com o treinador.

Psicologia no futebol

No meu entender o treino psicológico tem uma forte ligação no desempenho da equipa.

Um bom treino psicológico pode corresponder a uma percentagem extra de motivação para uma melhor realização dos objectivos.

Não quer isto dizer que seja necessário ter um psicólogo na equipa. Acredito que esta função possa ser desempenhada pelo treinador no decorrer do treino geral. É possível faze-lo graças ao seu conhecimento do universo que rodeia o futebol, da paixão pelo jogo, da experiência e do conhecimento da mente humana.

Pessoalmente, não abdico deste treino e acredito que possa estar aqui um dos segredos de uma boa época desportiva.

É o tentar despertar o lema “ amor á camisola “.


Preparação dos treinos:

Quando se tem um tempo reduzido de treino, temos que fazer um planeamento do mesmo de modo a poderemos retirar o máximo de rendimento. Assim temos que ser muito realistas, muito objectivos nos exercícios que planeamos para a equipa. Só assim é possível obtermos resultados a curto prazo.

Estes exercícios devem também ser múltiplos. Significa isto que um exercício deve tentar trabalhar várias vertentes como a capacidade motora, técnica, táctica e psicológica. As simulações de situações de jogo são igualmente uma boa opção.

O treino com bola deve fazer parte de cerca de 80% do treino realizado, ficando os restantes 20% para o trabalho físico.

Para permitir uma melhor interacção dos atletas com o treinador e com os treinos, poderá optar-se por nomear 3 capitães de equipa, que rodam entre si e com responsabilidades a nível dos treinos e jogos.

Penso que é importante os atletas entenderem o porquê da realização dos exercícios e participarem activamente na execução dos mesmos, pois só assim os podem executar na perfeição. Devemos fazer questão de lhes explicar todos os exercícios as vezes que forem necessárias e de ouvir as suas opiniões sobre os mesmos, permitindo assim estabelecer um nível de responsabilidade e respeito dentro do grupo.

É esta interacção que pode ser fundamental numa equipa.

Sempre que um atleta é substituído, devemos tentar conversar com ele e explicar o motivo da sua saída. Só assim eles podem compreender o que esteve mal e evoluir no futuro. Temos que ser sinceros e abertos para com os atletas.

Defendo que é assim que formamos uma verdadeira equipa !!!!

Cédula de Treinador OnLine


De acordo com o novo enquadramento Legal em vigor, informam-se todos os Treinadores de Futebol e de Futsal da necessidade imperiosa de, através de http://prodesporto.idesporto.pt, solicitarem a sua Cédula de Treinador, até 31/05/12.

Salienta-se que, após aquela data todos os candidatos terão de iniciar o seu percurso, de acordo com o previsto no Plano Nacional de Formação de Treinadores (PNFT).

P.S. Outra forma de sacar algum, a treinadores que, por vezes nem recebem nada pelo trabalho que executam em prol do desporto e do bem estar dos jovens, fazendo aquilo que o Estado deveria ser obrigado.
Outros ficam sem receber aquilo que foi prometido, por dirigentes mal intencionados que, pensam que são mais espertos do que os outros, mas cada peru tem o seu Natal.
Concluindo, independentemente do resto os 30 euros para esta nova Cédula, não podem faltar...

Medina



Lajes do Pico - 10/11/2011



quarta-feira, novembro 09, 2011

RIBEIRENSE EM GRANDE NO PASSADO FIM DE SEMANA


O Clube Desportivo Ribeirense no passado Fim de Semana teve Jornadas Duplas em Seniores Femininos e Masculinos, vencendo em Femininos na cidade dos arcebispos por 3 - 0 com os parciais de (14-25) - (18-25) e (18-25), vitória sem sobressaltos frente a um Braga que teve bons momentos de jogo mas que não foram o suficiente para assustar o Adversário.

No Domingo com o rival C.A.Trofa que tambem esta época com uma equipe completamente renovada o C.D.Ribeirense Voltou a Ganhar pela margem máxima por 3 - 0 com os parciais de (19-25) - (18-25) e (14-25), vitória suada pois as meninas do Ribeirense não esperavam tanta resistência pelos resultados obtidos pelo adversário, que fez talvez o melhor jogo desta época apenas se rendendo no terceiro set em que o CDR esteve a vencer por 20-4 e ai o trofa se motivou novamente conseguindo ainda chegar ao 14 - 25. com estes resultados a equipe feminina sobiu ao 3º. lugar com 13 pontos empatado com o Leixões S.C. mas com menos um jogo que este o do Madeira S.C. o que vencendo quinta feira o G.Stº. Tirso passará para o 2º. lugar .

Os Masculinos Jogaram no seu Pavilhão das Lajes do Pico com o vizinho do Faial Bombeiros e venceu os dois jogos por 3-0 com os parciais no sábado de (25-22) - (25-13) e (25-17) já no domingo o resultado foi (25-12) - (25-21) e (25-23), este último set com as alterações feitas pelo Técnico Tony Goulart não chegaram para o susto pois o Ribeirense ficou a perder por 11 - 3 o que levou o técnico a mexer novamente na equipe e a conseguir empatar aos 21-21 e dar a volta com 25-23. ditado antigo equipe que ganha não se mexe sem ter o resultado quase garantido, parabens aos Atletas e Treinador que com esta vitória assumio o comando da Classificação empatado com o Clube Káiros com 12 pontos, na próxima jornada o Ribeirense volta a receber a equipe da ADREP da Ilha Terceira.







Apoios ao Desporto.

O Governo vai manter o valor dos apoios ao movimento associativo desportivo e vai aumentar de 70 para 75 euros o valor base dos apoios complementares por elemento da comitiva oficial e por dia de deslocação. No caso das competições nacionais, pode ainda haver uma majoração do apoio aos clubes com atletas formados na Região.






Volei Clube conquista o 1º lugar no torneio de abertura Toni Aguiar -Época 2011/2012

Nesta equipa joga a minha filha, que esta junto ao Marinho, treinador.

Lajes do Pico - 09/11/2011

terça-feira, novembro 08, 2011

Futebol na AFHorta - 3ª jornada campeonato.

 Líder do Campeonato de Séniores passa teste difícil nas Canadinhas


A terceira jornada do campeonato de Seniores, realizado no último domingo 6 de Novembro, tinha como jogo grande a deslocação do líder Salão ao difícil campo das Canadinhas. O Desportivo da Feteira vinha de uma vitória moralizadora nas Lajes mas não foi o suficiente para ombrear com o líder que encontrou no campo o seu maior adversário.

O resultado final de 1-3 favorável ao Desportivo do Salão reflecte a superioridade da equipa que sempre procurou jogar bom futebol. Nos Cedros, a equipa local recebeu os Flamengos e venceu por 2-1 conquistando assim os primeiros pontos no campeonato. Na ilha do Pico, o Vitória recebeu o vizinho Lajense e teve muitas dificuldades para o levar de vencida. Só aos 95 minutos da partida, e através de uma grande penalidade, o Vitória consegui o tento que permitiu vencer por 3-2. Na classificação o Desportivo do Salão tem 9 pontos, Vitória 7, Flamengos 4, Feteira 3, Cedros 3 e Lajense 0 pontos.

Na formação, os Juniores disputaram a 7ª jornada do campeonato, primeira da terceira volta. No campo do Vale o Fayal Sport recebeu e venceu o Madalena por 3-1 enquanto no cais do Pico o Vitória foi goleado pelo Salão por 0-5. Na classificação Salão tem 21 pontos, Fayal 12, Madalena 6 e Vitória 0 pontos.

Em Juvenis, disputaram-se dois jogos e ambos na ilha do Pico, o Lajense recebeu e perdeu com o Madalena por 2-4 enquanto em São Roque o Prainha recebeu o Flamengos e foi derrotado por 1-4. Na classificação o Flamengos lidera com 10 pontos, Madalena 9, Atlético 7, Lajense 3 e Prainha 0 pontos.

Em Iniciados o Fayal Sport recebeu o Flamengos, jogo que se realizou no Vale uma vez que o novo tapete da Alagoa ainda não está concluído. O resultado final ditou um triunfo dos Flamengos por 4-1 numa jornada em que o Salão folgou. Na classificação Salão lidera com 10 pontos, Flamengos 7 e Fayal Sport 3 pontos.





TERCEIRA DERROTA CONSECUTIVA



Jogo fraco em que venceu quem mais fez por isso



Diz a sabedoria popular que sem ovos não se pode fazer omeletas. É aparentemente o que se passa com a equipa do Futebol Clube da Madalena que averbou a terceira derrota consecutiva neste périlo de jogos fora de casa, numa opção da direcção de carácter económico-financeiro.


Em Amarante, num belíssimo palco e numa tarde fria, num jogo em que o ultimo terço do tempo já foi jogado com o auxílio de luz artificial, perante um adversário organizado, a equipa voltou a evidenciar as suas maiores fragilidades, que assentam essencialmente num grupo de trabalho demasiado limitado e da falta de alguns jogadores que acrescentem a qualidade que a equipa demonstra não ter ou não conseguir colocar em campo.

Comparativamente ao jogo de Oliveira do Bairro, a equipa esteve mais combativa e mostrou mais vontade mas faltou consistência de jogo, capacidade de transportar a bola da defesa para o ataque – quer em futebol mais directo quer, em alternativa, em futebol apoiado e mais colectivo.

O golo do Madalena apareceu mais pela vontade e pela raça dos jogadores do que pela qualidade e intencionalidade do seu jogo, mas a verdade é que, mesmo assim, esteve perto de recuperar de uma desvantagem de dois golos e de quase sair de Amarante com um ponto, situação apenas negada pelo veterano guarda-redes da casa, ao negar o golo a Lucas numa fase curta do jogo em os picarotos conseguiram algum domínio.

Apesar da limitação do plantel, seria injusto deixar de realçar que a equipa se empenhou no jogo e que contou também com um guarda-redes que foi adiando o golo adversário até ao limite, tendo inclusivamente parado uma grande penalidade aos 32min da primeira parte, na sequência de um preciosismo e excesso de zelo do árbitro.

Acabou por ser mais uma derrota normal face às ciscunstâncias, perante uma equipa que poderia estar perfeitamente ao alcance de um Madalena… normal…

Espera-se agora que o grupo de trabalho consiga ser suficientemente unido e forte para não se deixar cair numa “dinâmica de derrota”, acreditando e trabalhando para ser melhor e ir além do que eventualmente considera serem os seus limites, sob pena de ter de percorrer um calvário até ao fim do campeonato…

FICHA DE JOGO

Estádio Municipal de Amarante

8ª Jornada – 2ª Divisão – Série Centro – 05.11.11

Árbitro: Paulo Brás (AF Guarda)

Auxiliares: Bruno Alves e Bruno Rodrigues

AMARANTE FUTEBOL CLUBE

Celso; Tiago Silva, Pedro Carneiro, Rochinha e Bispo; Tiago Martins, Miguel e André Pires; Marcos, Bruno Teixeira e Diogo Lamelas.

Treinador: Arlindo Gomes

Substituições: aos 60’sairam Miguel e Diogo Lamelas e entraram bruno Alves e Quim; aos 91’ saiu Marcos e entrou Nuno Cerqueira;

Não utilizados: André, Carlos Castro, César e Nelson Campos

Golos: Tiago Martins (67’), Bruno Teixeira (79’)

Disciplina: cartões amarelos para Tiago Silva (60’), Rochinha (82’), Pedro Carneiro (84’) e Marcos (87’)


F.C. MADALENA
Hugo Cardoso; Rui Alberto, Gilson, Kiki e Lino; Braima, Bruno e Márcio; Frazão, David e João Batista.

Treinador: João Pereira

Substituições: aos 72’ saiu Bruno e entrou Orlando e aos 73’ saiu Márcio e entrou Lucas

Não utilizados: Oliveira

Golos: Gilson (83’)

Disciplina: cartões amarelos para Lino (26’), Kiki (31’) e David (66’)

Resultado final: Amarante F.C. 2-1 F.C. Madalena



Lajes do Pico

Dia espectacular nas Lajes do Pico

Madalena pode perder um ponto





Empate no terreno do Coimbrões poderá ser subtraído na classificação porque o treinador, João Pereira, estaria castigado. Troca de fichas de jogo poderá estar na base do imbróglio.

O Madalena corre o risco de perder um ponto no seu parco pecúlio no campeonato da II divisão, zona Centro, isto porque o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol abriu um processo ao treinador, João Pereira, por este ter orientado a equipa no jogo com o Coimbrões quando deveria estar a cumprir castigo.

Ou seja, a confirmarem-se os factos a equipa da ilha do Pico poderá perder o ponto somado através do empate (2-2) alcançado fora de portas, um cenário que nada abona às difíceis contas na luta pela manutenção pois os picarotos ocupam um intranquilo penúltimo lugar com quatro pontos somados.

À data dos acontecimentos – 5 de Outubro – João Pereira não deveria poder sentar-se no banco de suplentes devido a pretensa expulsão na jornada anterior, no jogo com o Operário. No entanto, o técnico alega desconhecer ter sido expulso.

«Não fui expulso no jogo com o Operário. Simplesmente abandonei o campo após a equipa adversária ter feito o segundo golo, aos 90+7 minutos. Senti que a partida tinha terminado aí», disse. E acrescentou: «Nunca falei com o árbitro nem ele me deu ordem de expulsão. Só tomei conhecimento na quinta-feira seguinte, quando saiu o comunicado, já o jogo com o Coimbrões se tinha realizado», recordou.

Na base deste imbróglio poderá estar uma troca das fichas do jogo. «O delegado do Madalena assinou a ficha do Operário e o do Operário assinou a do Madalena porque foi por essa ordem que o árbitro as deu para assinarem. Só no sábado seguinte, na Maia, é que trocamos as cópias para cada clube ficar com a sua», explicou. A Direcção do Madalena vai recorrer do castigo que possa ser aplicado por entender que o erro foi do árbitro.



segunda-feira, novembro 07, 2011




Defesa do Operário foi forçado a abandonar o futebol por motivos de saúde. Jovem de 18 anos foi homenageado antes do jogo com o Oliveira do Bairro. Plantel ofereceu-lhe uma camisola autografada.


O futebol acabou para Milton Freitas quando mal tinha começado a carreira como jogador sénior. O jovem de 18 anos, formado no Operário, despediu-se do desporto-rei por motivos de saúde que o impedem de continuar a praticar a modalidade que abraçou no emblema de Lagoa há sensivelmente dez anos.

Milton, defesa-central, fez toda a formação nos fabris e as suas qualidades não passaram despercebidas ao treinador da equipa sénior, Francisco Agatão, que há meio ano atrás não receou lançar o jovem de 17 anos na equipa titular do Operário. A estreia aconteceu a 30 de Março de 2011, em Évora, frente ao Juventude local, desafio que os lagoenses empataram a uma bola.

Daí para cá Milton disputou mais seis jogos, num total de 455 minutos em sete partidas, quatro delas como titular, três na condição de suplente utilizado. A sua polivalência permitiu que tanto jogasse a central como à direita da defesa. Tinha lugar garantido no plantel sénior para a temporada em curso ainda com idade júnior.

O jovem defesa completou os 18 anos a 23 de Maio passado, integrou a pré-época com a expectativa de alcançar a profissionalização, mas quando foi titular na partida de carácter particular disputada nos Arrifes, frente ao Águia, a 13 de Agosto, estava ainda longe de pensar que aquele seria o seu último desafio.

Os exames médicos detectaram algumas complicações que, posteriormente, foram aprofundadas com nova bateria de observações clínicas. Depois de dois meses num impasse, o diagnóstico menos esperado surgiu: Milton não poderia continuar a jogar futebol.

No sábado passado, antes do encontro com o Oliveira do Bairro, o plantel tributou-lhe uma justa homenagem e dedicou-lhe a vitória por 1-0, golo de Cissé. Recebeu de recordação uma camisola autografada por todos os elementos do plantel. Milton deixou prematuramente o futebol com a certeza de que poderia tornar-se um jogador importante mas tem uma vida para viver pois os problemas de saúde apenas o impedem de praticar desporto.

P.S. Era um jovem jogador cheio de potencialidades. Fui uma perca para o futebol, mas a vida não acaba aqui e, concerteza, que vai encontrar outras motivações para ter uma saúde tranquila e sem sobressaltos. Ao Milton desejo as melhores felicidades e que tudo corra conforme os teus desejos.

Medina






Nova sede do Clube Náutico das Lajes do Pico: uma realidade para breve.



 
 
Tendo o Governo Regional assumido a recuperação das Casas dos Botes e a construção da sede do Clube, a realizar em duas fases, em 2012 e 2013, ultimam-se nos gabinetes os projectos desta obra que se iniciará já no primeiro semestre do próximo ano. Os interessados poderão visualizar aqui uma antevisão das futuras instalações da sede do Clube Náutico.

Eliseu na selecção - Justiça feita!


Perante as dispensas de Sílvio e Danny, o seleccionador nacional decidiu chamar Eliseu (Málaga) e Vieirinha (PAOK) ao grupo que está já concentrado perto de Óbidos, tendo em vista o play-off de apuramento para o Campeonato da Europa de 2012, frente à Bósnia.


Eliseu foi titular nos dois últimos jogos da Selecção, diante de Islândia e Dinamarca, mas acabou por ficar de fora desta convocatória. Já Vieirinha pode estrear-se na Selecção Nacional.

Djaniny! Até já marca golos ao Sporting!!!




 Mostrou-se feliz pela exibição da U. Leiria em Alvalade, apesar da derrota. O avançado leiriense refere que chegou a acreditar na vitória.


“Viemos aqui para ganhar e quando empatámos, começámos a acreditar. Fizemos um bom jogo. Tive a infelicidade de falhar uma oportunidade clara, mas no próximo jogo espero fazer melhor. Estamos a subir dia a dia, estamos a trabalhar para mostrar a nossa qualidade”, afirmou o avançado leiriense no final da partida.

Djaniny falou ainda da reabertura de mercado: “Estou na U. Leiria, trabalho todos os dias e vamos ver a reabertura do mercado. Tenho o sonho de jogar num grande, mas agora apenas quero ajudar a U. Leiria.”


Belenenses em São Miguel - Futsal.






Para mais uma jornada do campeonato nacional da 1ª divisão de Futsal, o CFBelenenses, deslocou-se a São Miguel para defrontar o CODesportivo.
Sobre o jogo pouco vou falar, porque o mais importante era estar no convívio com os atletas, dirigentes e técnicos do nosso clube.
Por afazeres desportivos não pude deslocar-me ao aeroporto, na sexta feira, para receber a caravana azul, mas no sábado estava eu na residencial onde estavam hospedados para dar o meu apoio.
Mais uma vez foi um prazer enorme de reaver o meu grande amigo Alípio Matos, conversamos muito sobre o futsal e o futuro do Belenenses.




Fomos no meu carro para o recinto de jogo. Foi connosco o André Eanes, dirigente responsável pela secção, pessoa muita simpática e filho de uma figura grande do nosso clube.
Conversamos muito sobre o passado, presente e futuro do nosso clube e vimos o jogo juntos nas bancadas do pavilhão da secundaria da Lagoa.
Após o jogo deslocamos para um restaurante local onde jantamos e convivemos em mais uma grande jornada azul, em que nos encheu a alma de orgulho em sermos Belenenses.
Quero salientar que estiveram sempre presentes grandes Belenenses de São Miguel, os meus amigos Mário Ledo, João Almeida e o Humberto, nunca falham!!
Também quero salientar a simpatia que os atletas nos trataram, como o nosso amigo Ramiro, o sr. Victor e fisioterapeuta, boa gente!!!
Por isso somos diferentes e por sempre diferentes é que vamos fazer a diferença!!!!








P.S. Também, tive o prazer de falar por telemóvel com o meu grande amigo Nuno Lopes, que não se deslocou nesta viagem, mas que o meu amigo Alípio, teve a gentileza de dizer-lhe que eu estava presente.

Medina

Pode estar em causa a continuidade do Fayal Sport nos nacionais...




O regresso à Série Açores não está a ser fácil para o Fayal Sport Club. Depois de dois empates, três derrotas e apenas uma vitória, quando já estão disputadas seis jornadas os pupilos de Eugénio Botelho, depois de ter alcançado a excelente primeira vitória no campeonato no antepenúltimo fim de semana diante do Águia dos Arrifes (5-0), voltaram a sair derrotados no passado fim-de-semana no confronto com o Santiago, sofrendo uma pesada derrota também por 5-0.

Com esta derrota (a terceira em seis jogos), o Fayal Sport desceu para a oitava posição, no entanto encontra-se muito próximo das restantes equipas, onde somente os três primeiros já relevam alguma distância pontual em relação à turma verde.

Mas como um mal quase sempre nunca vem só, a Câmara Municipal da Horta, cortou nas verbas atribuídas ao clube centenário dos Açores, ao que segundo consta foram quase em oitenta por cento, o que pode por em causa a continuidade da equipa sénior do clube na Série Açores.

Neste contexto, o presidente do verdes D’Alagoa Celestino Lourenço disse à Antena 1 Açores, que assume que vai haver uma redução nos custos do plantel, senão o Fayal Sport poderá ter mesmo de interromper a sua participação na Série Açores “a Câmara Municipal alegou não ter dinheiro, o que vai criar-nos uma situação muito complicada”.

Instado a comentar se poderá estar em causa a participação do Fayal Sport na Série Açores, o dirigente dos verdes foi dizendo: “não está, vamos tentar explicar a situação aos atletas, continuando a não entrar em loucuras e apostando sempre nos escalões de formação”.

Na próxima jornada, o Fayal recebe o Sp. Ideal, mas este jogo será adiado para o dia 19 de Novembro (em princípio já no remodelado Estádio da Alagoa) e assim o próximo jogo da equipa faialense, será no dia 13 de Novembro diante do Lusitânia no Estádio João Paulo II.

P.S. Muitos mais clubes vão ficar em situações complicadíssimas...acho que vamos voltar ainda ao puro amadorismo?
Julgo, que está na altura dos responsaveis reflectirem sobre o futuro do desporto remunerado e deixarem-se de epopeias irrealistas.


Medina



Teledesporto 06 de novembro.

Só golos 6 de novembro.

sexta-feira, novembro 04, 2011

Selecção Portuguesa - Convocados.

 Danny regressa aos convocados

O seleccionador Paulo Bento divulgou esta sexta-feira a convocatória para o play-off com a Bósnia. Destaque para o regresso de Danny, que se junta a um grupo reforçado por Fábio Coentrão, Hugo Almeida e Pepe. Eliseu, Varela e Paulo Machado são os preteridos em relação à última convocatória

Paulo Bento voltou a deixar Bosingwa, lateral do Chelsea, de fora, sendo que tem Fábio Coentrão, Hugo Almeida e Pepe de regresso depois de falharem os últimos jogos com a Islândia e a Dinamarca devido a lesão.

Em relação à última convocatória, sai o lateral Eliseu, do Málaga.

Portugal começa por jogar em Zenica, a 11 de Novembro, na primeira mão do play-off, recebendo a Bósnia quatro dias depois no Estádio da Luz.

Eis a lista de convocados:

Guarda-redes: Eduardo, Beto e Rui Patrício;

Defesas: Bruno Alves, Fábio Coentrão, Sereno, João Pereira, Pepe, Rolando e Sílvio;

Médios: Carlos Martins, João Moutinho, Miguel Veloso, Raul Meireles, Rúben Amorim e Rúben Micael;

Avançado: Cristiano Ronaldo, Danny, Hugo Almeida, Hélder Postiga, Nani, Nuno Gomes e Ricardo Quaresma.

P.S. Deixar de fora desta convocatória o Eliseu, é de um injustiça enorme, depois do que ele fez nos dois jogos em que foi titular. Não se leva o Eliseu... leva-se o Miguel Veloso. Realmente, acontece cada uma neste pobre futebol...

Medina


Trabalho em curso começa a dar frutos



Lidera o setor de formação do Sport Clube Angrense desde há cinco anos a esta parte. O que é que mudou neste espaço de tempo?
Muita coisa. Desde logo a aplicação prática do "Projeto Coordenadores da Formação" da direção regional do Desporto. No entanto, é bom recordar que o Angrense tem um projeto para a formação, devidamente estruturado e sustentado, desde 2005, idealizado pelo professor Luís Carlos Couto (Licas). Tive conhecimento deste projeto e, no primeiro ano, o trabalho desenvolvido foi assente nos princípios e fundamentos do mesmo. Ao longo do tempo que levo como coordenador da formação do Angrense, fui modificando os conteúdos programáticos específicos, tornando o documento ainda mais valioso e direcionado para a realidade do clube e do nosso futebol, servindo, ao mesmo tempo, de guia aos técnicos que exercem a atividade na formação do Angrense.

O quadro técnico do Angrense e as condições físicas e logísticas colocadas ao serviço do clube são suficientes para pôr em prática o projeto em questão?

Podemos dizer que tem sido possível reunir as condições físicas e logísticas para colocar o projeto no terreno. No entanto, como se compreende, num projeto com esta dimensão há sempre uma falha ou outra que, dentro do possível, procuramos corrigir de pronto. No que diz respeito aos recursos humanos, o Angrense alberga nove técnicos no setor da formação. Reconheço que alguns não preenchem os requisitos necessários para o cargo, só que no nosso panorama futebolístico não há assim tantos treinadores quanto isso. A ilha Terceira possui, de facto, alguns técnicos de reconhecida qualidade, mas que, pelos mais diversos motivos, não querem estar no ativo.

O Angrense tem dominado nos últimos anos o futebol de formação na área de jurisdição da Associação de Futebol de Angra do Heroísmo. A conquista de resultados é a grande prioridade deste projeto?

Claro que não! A propósito, posso-lhe dar um pequeno exemplo: treino presentemente a equipa de juniores "C" (iniciados) do Angrense. Durante muito tempo, reinava a indisciplina nesta equipa. Em dois anos, para além de termos ganho as provas quase todas ao nível de ilha, apenas contabilizámos duas expulsões. Tudo isto deixa perceber que estamos sobremaneira preocupados com valores como a disciplina, o respeito e o rigor.

Quando cheguei ao Angrense, encontrei atletas que, independentemente das suas qualidades, tinham o hábito de falhar um ou dois treinos por semana e, ainda assim, eram sempre convocados e jogavam. Com a minha entrada no clube, é algo que deixou de acontecer. Hoje em dia, qualquer atleta do Angrense já percebeu que, para além do talento intrínseco, é fundamental o treino diário, visando o aperfeiçoamento das componentes técnicas, táticas e físicas.

É neste contexto que efetuamos avaliações regulares, tanto nos treinos como na competição. Graças a esta postura, é com agrado que notamos a evolução que os jogadores apresentam em parâmetros que consideramos decisivos, daí que, aos poucos, os resultados comecem a surgir.


P.S. Um bom exemplo para muitos clubes, para desenvolver a sua formação e, acima de tudo, aproveitar esse trabalho para dar mais qualidade e experiência ao jovem que no futuro vai estar mais bem preparado para jogar numa equipa sénior.  Sport Angrense está de parabéns pelo trabalho desenvolvido e que,  reflecte-se na sua equipa sénior.

Medina